Músculos usados para jogar tênis

Os movimentos complexos em uma partida de tênis começam com atividades intensas nos pés e terminam com o impacto da bola quando usamos a raquete. O Tênis é um esporte que demanda muita atividade física do corpo humano. É necessário um sistema muscular muito bem treinado, força, resistência e velocidade. Mesmo que seja somente uma partida amadora, quase todos os músculos do corpo estão envolvidos nesta atividade, uns até mais do que outros.

Reação em cadeia da resistência física

A força necessária para cada uso da raquete engaja uma série de segmentos do corpo em elos que criam uma corrente, uma reação em cadeia de atividades físicas dos músculos. Quando os pés são forçados contra o piso da quadra para correr, saltar ou pular, muita energia é criada e armazenada no primeiro elo desta corrente de reações, os pés.

A força em seguida é transferida em sequência para os principais músculos dos elos restantes, que são as partes posteriores das pernas, quadris, tronco, ombros, braços e finalmente, o último elo que é a mão do jogador que segura a raquete.

  • Músculos posteriores

As pernas e os músculos da panturrilha e da tíbia são usados em primeiro lugar para a sustentação. O elo seguinte é a parte superior das pernas, os músculos da coxa que estabelecem o ponto de movimento e a precisão dos passos ou saltos. Os músculos dos quadris, glúteos o ciático estão também nesta área de ação. A força e a energia, a partir daí é transferida para os músculos do próximo elo, que é a parte da lombar e de alguns músculos da cervical.

  • Músculos do tórax e peito

Os músculos abdominais, do tórax e tronco também são estimulados e engajados neste elo da cadeia de reação. Além destes músculos, outros que estão em áreas como a parte do intestino e púbica também se beneficiam. Estes músculos trabalham juntos para sustentar o torso, garantem a precisão dos movimentos e orientam o corpo nas direções corretas de postura em quadra.

  • Músculos da estrutura superior

Os músculos superiores incluem os elos dos principais músculos do peito, ombros, braços e cervical. Os principais feixes de músculos usados na parte superior fazem parte do elo e da cadeia de reação engajada na parte posterior, como braços, bíceps e tríceps.

Apesar de não dedicarmos um espaço único aos músculos e à estrutura óssea das mãos. A perfeita combinação de todas as funções é o tiro perfeito que diferencia um campeão de um mero “mortal”.

Músculos usados para jogar tênis

Conclusão

É possível observar nesta breve descrição das atividades musculares na prática do tênis que a conclusão de muitos profissionais é de que o tênis é um esporte completo para a definição dos músculos e atividades cerebrais. A natação fica em segundo.

Além dos músculos e sistemas de estrutura física, as atividades paralelas que se beneficiam estão relacionadas com a oxigenação da corrente sanguínea e a saúde das células e suas bolsas de proteínas. A oxigenação é imprescindível nas atividades mentais, além de permitir a criação de endorfinas pelo próprio organismo.

Até radicais livres são controlados com a prática do tênis. Quanto maior a frequência da prática, maiores são os benefícios para o corpo e a mente. O organismo expele inúmeras toxinas, como resultado das atividades físicas
combinadas dos músculos e articulações quando jogamos tênis.

A chance de depressão e ansiedade é uma resultante inexistente nesta reação em cadeia de benefícios do tênis. A autoestima é também marcante em termos de eficiência. As mudanças de humor em função da autoestima elevada é também um fator marcante.

Em resumo, um quadro geral de bem estar físico e mental quase que indescritível é o resultado garantido de quem joga tênis.

Deixar um comentário